Viagens

O que fazer em 4 dias em Vancouver

Para quem me acompanha no Instagram (@mundodasil) sabe que no início do mês nós viajamos para Vancouver em British Columbia, Canadá e por lá eu compartilhei nos stories alguns momentos da viagem e hoje vim trazer os detalhes do nosso roteiro e algumas dicas da viagem.

Vancouver fica na costa Oeste do Canadá e está um pouco longe de Toronto, cerca de 6hs de avião. Além da distância, como a cidade tem bastante atividade, acho que não vale a pena ir para ficar apenas um final de semana e pra mim, os 4 dias que estivemos por lá (sendo 4 dias e meio), foram suficientes para conhecer e curtir a cidade.

O CLIMA DE VANCOUVER

Vancouver é conhecida por ser uma cidade com as temperaturas mais amenas do Canadá, dificilmente neva ou faz calor escaldante de 40C, no entanto, chove em média mais de 200 dias do ano.
A época onde as chuvas são menos constantes é durante o Verão (entre Junho e Agosto) e foi por isso, que escolhemos ir nessa estação, no entanto para a nossa surpresa, dos 4 dias que estivemos por lá somente 1 dia da viagem não choveu e em um outro o céu abriu durante a tarde, por isso mesmo no Verão, eu sugiro que você esteja preparado para fazer os passeios embaixo de uma garoa fina e constante.

VIAJANDO COM O CACHORRO PELO CANADA

Como nós temos um filhinho peludo, nossas viagens são sempre organizadas pensando nele. Em uma de nossas viagens pelo Canadá, nós visitamos Montreal e Quebec no Inverno, mas na ocasião o Tadeu não aproveitou nada das cidades, pois por conta do frio extremo ele não pôde sair de casa.
No entanto, nessa viagem para Vancouver o Tadeu aproveitou muito os passeios pela cidade conosco. Foi maravilhoso!
Nós viajamos para Vancouver de avião, num voo com duração de 6hs saindo de Toronto. Por ser um cachorro de porte pequeno, o Tadeu viajou conosco na cabine, dentro de uma bolsa de transporte, a qual ele adora. Inclusive eu já compartilhei aqui no blog, o que nós fizemos para familiarizar o nosso cachorro com a bolsa de transporte.
Para viajar com o cachorro de avião dentro do Canadá, ou seja, saíndo de uma cidade Canadense com destino para outra cidade Canadense, é necessário estar apenas com a vacina de raiva em dia e com algum comprovante dela. Aqui em Toronto, o comprovante da vacina da raiva é registrada em uma plaquinha de metal que deixamos presa junto a coleira.
Para viagens internas pelo Canadá, não é necessário pegar nenhum atestado com veterinário.
Para viajar com seu pet de avião, é necessário ligar na companhia aerea para reservar o lugar do cachorro no avião e fazer o pagamento de uma taxa. No caso da Air Canada, nós pagamos CAD$ 50.00.

VIDA SELVAGEM EM VANCOUVER

Vancouver é uma cidade cercada de montanhas e vida selvagem, com isso, é possível encontrar ursos, alces, lobos e aves de caça durante os passeios nas montanhas e mesmo no meio da agitação da cidade é possível ouvir corvos por toda a parte, assim como avistar alguma ave caçadora nas árvores.
Por isso, quem tem animais pequenos como o Tadeu, é importante ter muito cuidado, mesmo nos passeios de coleira pela cidade, pois seu pet pode acabar sendo capturado por uma dessas aves carnívoras.

O QUE FAZER EM VANCOUVER

Nós saímos de Toronto dia 29 de Junho (sexta-feira) à noite e retornamos dia 4 de Julho (quarta-feira) à tarde, com isso tivemos 4 dias e meio na cidade, que para nós foi o suficiente para aproveitar os principais passeios em Vancouver e abaixo compartilho o nosso roteiro.

DIA 1

CANADA PLACE

Como esse seria um dos dias que choveria o dia inteiro, aproveitamos para caminhar pelo Canada Place, que é um centro de exposições de Vancouver, que chama a atenção por ter o formato de um navio.
Mesmo que você não queira ver nenhuma exposição ou evento no local, eu sugiro dar uma volta por fora do Canada Place que é lindo e ainda tem uma vista do porto onde os cruzeiros ficam atracados.

FLYOVER VANCOUVER

Dentro do Canada Place há uma atração chamada FlyOver, que foi desenvolvida pelos mesmos criadores da atração Soarin que tem no Epcot, na Disney World, um simulador 4D onde você faz um sobrevôo pelos principais pontos turisticos mundiais.
Na versão Canadense, o FlyOver também é um simulador em 4D, no entanto, você faz um sobrevôo por vários pontos turisticos do Canadá. A atração é tão incrível quanto a Disney e eu super recomendo!!
Os ingressos do FlyOver são vendidos no site oficial ou na porta da atração.

GASTOWN

Gastown é um bairro muito conhecido em Vancouver, o local é repleto de bares e restaurantes, tornando a vida noturna do local bem agitada.
Vale a pena caminhar por Gastown e tomar café numa cafeteria ou comer em algum restaurante.
Em Gastown você também encontrará o famoso Steam clock de Vancouver (relógio à vapor) que foi construindo em 1977

GRANDVILLE ISLAND

A Grandville Island é um outro ponto turistico muito conhecido na cidade. Nesta ilha há várias lojas de suvenirs, de artesanato, restaurantes e o famoso Granville Island Public Market, um mercadão que vende uma variedade de produtos como frutas, verduras, queijos, carnes, etc.
Mesmo sendo uma ilha, a Grandville Island tem fácil acesso de carro ou de transporte público, inclusive nós fomos até lá de ônibus.


Infelizmente nenhum dos restaurantes da Grandville Island é pet-friendly, por isso, não conseguimos comer em nenhum deles. Mas nós caminhamos bastante por lá e o Tadeu adorou o passeio.

DIA 2

CAPILANO SUSPENSION BRIDGE

A ponte suspensa do capilano fica no parque que leva o mesmo nome, Capilano suspension bridge park e é um dos pontos turisticos mais conhecidos da cidade.
A ponte tem 140m de comprimento e está suspensa à 70m de altura. Vale mencionar que a ponte balança bastante, mas olhando sua estrutuda dá para notar que é muito seguro e bem cuidada.
Como o Verão é alta temporada em Vancouver, a cidade estava cheia e consequentemente aponte estava estava lotada.

Além da ponte, o parque Capilano suspension bridge também conta com trilhas e uma área de árvorismo, que se trata de uma trilha suspensa entre as árvores.

Uma outra atração legal é o Cliff Walk, uma passarela circular que fica a 90m de altura, que te permite ter uma vista linda.

Também havia a apresentações de uma coruja de caça, a qual fixou o olhar no Tadeu assim que o viu no meu colo e segundo o treinador, o meu cachorro seria apenas um café da manhã para ela. Por isso, reforço: tomem cuidado com animais pequenos durante os passeios.

DICA: Para quem compra o ingresso com antecedência, tem a vantagem de poder usar o shuttle do parque que faz o trajeto gratuitamente saíndo do centro de Vancouver até o parque e o trajeto dura cerca de 20min.

Os ingressos do parque custam: CAD$ 46.95/adulto e você pode comprar no site oficial.

GROUSE MOUNTAIN

A montanha mais famosa da cidade é a Grouse mountain, de lá você tem uma vista linda de Vancouver e aproveita algumas atrações que estão incluídas no ingresso, lembrando que elas variam de acordo com a a estação do ano, saiba mais no site da Grouse Moutain.
A montanha está aberta para visitação o ano todo, incluindo durante o Inverno quando o local torna-se uma grande estação de Ski.

No topo da Grouse mountain, moram um casal de ursos, o Grinder e a Coola, que foram resgatados ainda filhotes. A fêmea após por perder a mãe atropelada e o macho que foi encontrado sozinho e desnutrido. Após a reabilitação os ursos não poderiam mais se adaptar a vida selvagem, então desde de 2001 ambos permanecem sob cuidados nesta área.

Há muitas coisa para fazer na Grouse Mountain, como por exemplo,  assistir algumas apresentações com pássaros de caça e Lumberjack Shows (machados que são arremeçados em alvos), além de algumas atividades pagas à parte como tirolesa, paragliding, trilha de bike, passeio de helicóptero.

Ainda passeando pela Grouse Mountain, nós tivemos a chance de ver uma família de veados de pertinho passeando pela montanha. Muito fofo!

A subida e a descida da montanha também são uma atração à parte, pois é feita em uma gôndola e você faz o trajeto curtindo a linda paisagem da Vancouver.

O ingresso para subir a Grouse Mountain custa CAD$ 56.00/adulto e você pode comprar pelo site oficial

DIA 3

STANLEY PARK

O Stanley Park é o maior parque da cidade e chega a ser 10% maior do que o Central Park de Nova York, dá para acreditar?
Como esse seria o único dia que teríamos Sol o dia todo, aproveitamos para ir no Stanley Park fazer o que a gente mais gosta: piquenique e passear de bike.
Nós encontramos uma loja de bikes em frente da entrada principal do Stanley Park e alugamos duas bikes + os capacetes. Após 2hs devolvemos as bikes e pagamos CAD$ 60.00 pela locação. Eu confesso que achei bem caro.


O Stanley Park possuí uma ciclovia incrível, onde praticamente todo o trajeto é de mão única e fica em nível diferente da pista de pedestres o que torna o local mais seguro para pedalar, além disso, o mais incrível é que a a maior parte da ciclovia faz costa com o mar, então você pedala tendo uma vista maravilhosa. Por isso, mesmo se não quiser pedalar por lá, recomendo muito caminhar na pista de pedestres, pois a vista é linda.

Depois de devolver as bikes, fomos ver a escultura Digital Orca e a tocha das Olímpiadas de Inverno que aconteceu em Vancouver em 2010. Ambas esculturas estão lado do Canada Place.


BELLA GELATERIA

Ali perto também está a Bella Gelateria que chamou nossa atenção pela fila que virava o quarteirão em todos os dias em que estivemos m Vancouver e confesso que pelo mesmo motivo quase não provamos o sorvete, o que teria sido uma pena, pois o sorvete é maravilhoso e quando entramos na loja descobrimos que ele foi premiado como o melhor do Mundo em uma competição em 2012.
Eu nem preciso dizer, que eu recomendo muito que você encare a fila da Bella Gelateria, pois vale muito a pena.

ENDEREÇO: Bella Gelateria – 1001 W Cordova St, Vancouver

DIA 4

STEVESTON – A CIDADE DE STORYBROOKE

Para quem é fã da série Once Upon a Time como eu, vale a pena visitar a cidade de Steveston in Richmond, a qual deu vida a Storybroke, a cidade fictícia série..
Por lá, você encontrará alguns estabelecimentos que aparecem na série como o restaurante da Vovó, a loja do Gold e a biblioteca da Bella.
Como eu sou fã da série, eu compartilhei aqui no blog todos os detalhes e a minha emoção ao visitar Storybrooke.

ENDEREÇO: As locações de Storybrooke estão no endereço: Moncton St, Richmond.

DICA: A cidade fica à cerca de 40min do centro de Vancouver e fizemos o trajeto de transporte público, pegando um trem e descendo na estação de Richmond e pegando um ônibus para o endereço onde estão os cenários da série.

EXPOSIÇÃO – THE SCIENCE BEHIND PIXAR 

Vimos em um anúncio do metro que estava rolando uma exposição da Disney, chamada The science behind Pixar e como fãs de Toy Story e tantas outras animações, não resistimos e fomos conferir.
A exposição explica os diferentes processos para a construção de uma cena e como os efeitos são realizados. O mais legal é que tudo é interativo e você consegue entender tudo na prática.
Eu fiquei encantada e amei a aula que a exposição nos proporcionou.

A exposição The science behind Pixar estará disponível até o dia 06 de janeiro de 2019 no Telus World of Science. Os ingressos tem o valor de CAD$ 25.00/ por adulto e para as crianças o ingresso varia conforme a idade entre gratuito e CAD$ 20.25. Se você estiver na cidade de Vancouver, não deixe de conferir e tirar uma foto com seus personagens favoritos. Saiba mais sobre a exposição.

QUEEN ELIZABETH PARK

Nosso último passeio foi no Queen Elizabeth Park, que tem uma vista linda de Vancouver, bem de frente para as montanhas.
Nós decidimos ir lá no fim da tarde para apreciar o pôr do Sol e foi lindo!

Além da vista das montanhas, o parque é tem um grande jardim repleto de árvores e flores lindas.

Na manhã do quinto dia, nós só caminhamos um pouco perto do Airbnb que estávamos, pois o nosso vôo era no inicio da tarde.

Espero que vocês tenham gostado do post e possam aproveitar bastante Vancouver quando forem visitá-la.

Beijos e até o próximo post.

Loading Likes...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *