Life Style

O dia em que eu conheci os Backstreet Boys

Eu sempre fui muita sonhadora, me imaginava realizando coisas que pareciam quase impossíveis e muitas delas eu realizei.
No entanto, eu devo confessar que um desses sonhos parecia muito, mas muito mais distante de qualquer outro que eu tenha tido: conhecer os Backstreet Boys.

Os BSB começaram a bombar no Brasil em 1997, mas eu só me tornei fã mesmo a partir de 1999, quando passei a guardar todo o dinheiro que eu ganhava para comprar revistas e poster deles, os quais eu colecionava numa pasta, além de ensaiar as coreográfias dos clipes e ouvir diariamente os CDs da banda sem enjoar.

Me lembro que o primeiro show deles no Brasil foi em 2001 e nessa época eu já estava enlouquecida pela banda e claro, queria muito ir no show, mas infelizmente a minha família não tinha condições de comprar o ingresso e eu fiquei arrasada por não poder ir e minha mãe mais arrasada ainda por não poder comprar.

Depois de idas e vidas dos integrantes, o grupo voltou a estar completo e em 2015 levou uma turnê para o Brasil. Com isso, algumas amigas e eu decidimos ir no show de São Paulo e assistimos tudo da pista vendo eles de longe.
Eu chorei boa parte do tempo, primeiro pela emoção de enfim estar no show dos BSB, mas também pela frustração de estar tão perto e ao mesmo tempo tão longe deles. Ali eu percebi que o sonho da Sil que começou em 1999 ainda não tinha se realizado e eu queria mesmo era vê-los de pertinho.

A MAIOR LOUCURA QUE EU FIZ

No fim do ano passado, os Backstreet Boys lançaram um novo CD e uma turnê mundial que passaria por Toronto. Com isso, eu teria uma nova chance de vê-los de pertinho e realizar meu sonho.
Em Novembro de 2018, assim que os ingressos para o show em Toronto começaram a vender eu comprei o lugar mais perto do palco possível e então fiquei na expectativa para comprar o meet and greet para conhecer os Backstreet Boys assim que fosse anunciada a venda no site do grupo, mas eu não tive sucesso.
O meet and greet de Toronto começou a ser vendido um tempo depois que os ingressos para o show abriram as vendas, mas esgotaram rapidamente e eu não consegui comprar.
Foi então que uma semana antes do show um novo lote de ingressos para o meet and greet de Toronto foi anunciado no site e novamente eu não consegui comprar. Meu desespero foi tão grande que no calor da emoção eu vi que ainda tinha ingressos do meet and greet para Ottawa, uma cidade “próxima” de Toronto e então eu comprei.

Passada a emoção, eu comecei a ler as regras desse encontro e então vi que ele só teria validade se eu também tivesse o ingresso para o show da cidade onde o encontro aconteceria, ou seja Ottawa. Foi aí que me dei conta que teria de comprar o ingresso para mais um show dos Backstreet Boys.
Depois me lembrei que Ottawa não era tão “próxima” assim como minha emoção me disse na hora da compra hahahahaha e que a cidade fica na verdade a cerca 5hs de carro de Toronto.
Para piorar eu havia comprado o meet and greet numa quinta feira, para um show que aconteceria no domingo daquela semana.
Foi então que o desespero se instalou e então comecei a pesquisar passagens de avião e de trem para Ottawa, mas em ambos a última viagem de volta para Toronto era para as 21hs, exatamente no horário do show.
Sabendo do meu sonho e vendo meu desespero, meu marido se dispôs a fazer um bate e volta comigo de carro para que eu pudesse conhê-los.
Então compramos um ingresso do show para o meu marido e fomos de carro até Ottawa.
Eu já agradeci tanto meu marido por isso, pois sem pestenajar ele abraçou meu sonho comigo e o mais lindo, foi vê-lo genuinamente feliz ao me ver emocionada e tão feliz cada vez que um integrante do grupo interagia comigo no show.

COMO FUNCIONA O MEET AND GREET

O meet and greet é um ingresso a parte que você compra para tirar uma foto com o seu artista favorito.
Esse ingresso é vendido no site do artista e normalmente é cobrado em dolár americano. Além de comprar esse ingresso também é necessário comprar um ingresso para assistir o show, pois sem ele você não terá acesso para tirar a foto, ou seja, para ter essa experiência é necessário comprar 2 ingressos: 1 ingresso do show (que você compra através do ponto de venda oficiais, como a ticket master por exemplo) e 1 ingresso do meet and greet (que você compra pelo site do artista).
Vale destacar que nem todos os artistas se dispoem a fazerem esses encontros, por isso, nem sempre você encontra o meet and greet para venda.

MEU ENCONTRO COM OS BACKSTREET

Esses encontros normalmente acontecem antes do show, então fui em direção ao local no horário combinado, onde já havia uma fila com cerca de 30 meninas.
Após conferirem nossos nomes, seguimos em fila para o espaço onde o encontro com a banda aconteceria. Após alguns minutos, uma mulher da produção avisou que eles iriam passar ao nosso lado, mas que não poderíamos tirar foto ou filmar, e então lá vieram eles caminhando em direção ao local onde as fotos seriam tiradas e eu comecei a chorar descontroladamente. A maioria das meninas na fila já tinham encontrado com eles outras 3, 6, 10 ou mais vezes e pareciam mais tranquilas do que eu e as que estavam a minha volta começaram a tentar me acalmar.
Eu realmente não queria ficar chorando, pois dessa forma não ia conseguir falar nada com eles e ainda ia estragar a foto. Mas conforme fila começou a andar, eu fui me acalmando.
Quando chegou a minha vez e eu entrei e os vi, o mundo parou!
Eu fui em direção ao Brian que era o primeiro da ponta e disse que fazia 20 anos que eu estava esperando por isso e então ele me questionou: “porque você esperou tanto?” e eu respondi porque eu sou do Brasil e imediatamente ele me respondeu: “Obrigado” (em português mesmo, acredita?!), em seguida ele perguntou meu nome e então chamou o AJ que estava ao lado dele e disse: “AJ, essa é a Silmara, ela é brasileira e está há 20 anos esperando para nos conhecer”. Eu quase morri!
O AJ então olhou nos meus olhos e disse: “Obrigada por ter sido tão paciente”.
O Nick era o próximo, mas ele parecia tão cansado que eu fiquei até com pena. Então só abracei e fui falar com o Kevin, mas não consegui…fiquei chocada em como ele é lindo. Sei que é meio obvio que ele é lindo, mas sério…é MUITO MAIS do que parece.
Por último falei com o meu favorito, meu crush da adolescencia, o Howie. Mas a emoção ali já era tanta, que só consegui dizer que amava ele.
Então partimos para a foto, onde eu pedi para tirar ao lado do Howie e abracei ele com todo meu coração.

Olhando a foto e tudo que ainda consegui falar com eles, nem dá para acreditar que eu fiquei menos de 1 minuto com eles, né?! Pois é! Eu particularmente achei essa experiência muito estressante, pois desde o momento que você entra no local onde o grupo está, uma pessoa da produção gruda em você como uma sombra e fica repetindo no seu ouvido, “Vamos, vamos, vamos logo, a próxima garota tem que entrar, vamos rápido tirar a foto, vamos, vamos, vamos!”
A produção não quer que haja interação, eles querem que a gente entre tira uma foto e vá embora. Por isso, a experiência dura segundos.
Os Backstreet Boys foram simpáticos comigo, mas eu não acho que esses encontros sejam algo que eles amam fazer, pois olhando pela perspectiva deles essa experiência parece um “zoologico”, onde você entra tira a foto com os bichinhos e vai embora. A emoção do encontro está apenas no lado dos fãs, pois para eles a experiência não é marcante ou emocionante, entende?

VALE A PENA O MEET AND GREET?

Essa foi a primeira vez que eu paguei por uma experiência como essa, pois não são todos os artistas que eu tenho uma vontade imensa de conhecer.
Eu sabia que o meet and greet era rápido, mas foi muito mais rápido do que eu imaginei e ainda tem a produção que te pressiona tanto que você acaba ficando mais nervosa do que já estava.
Por ser uma experiencia cara (ainda mais considerando o tempo), eu acho que só vale a pena se você tem uma ligação emocional muito grande com aquele artista e tem o sonho de conhecê-lo. Se você apenas gosta muito, mas não tem uma “relação marcante” não vale a pena.
Eu por exemplo, só gostaria de ter outra experiencia como essa com a Xuxa que marcou demais minha infância e com a Beyoncé, que é pra mim hoje, o que os BSB foram na minha adolescência. Nossa eu AMO a Beyoncé.

DICA: Antes de comprar essa experiência, eu acho legal ler sobre o comportamento do seu artista nesses encontros, pois alguns por exemplo não permitem que o toquem ou são mais secos e talvez isso faça com que você se decepcione, então às vezes é melhor não conhecê-lo e continuar com a imagem boa que você tem do artista.

O SHOW: DNA WORLD TOUR

A turnê atual dos Backstreet Boys se chama DNA tour, que é o nome do novo CD do grupo, que inclusive tem músicas maravilhosas.
Durante o show eles cantam algumas músicas do novo CD, mas também cantam e dançam os hits mais famosos da carreira, ou seja, é para mergulharmos na nossa adolescência com tudo hehe.

Como comentei acima, esse foi o meu segundo show dos BSB, mas no meu coração esse foi o primeiro, pois finalmente eu consegui vê-los cantar e dançar pertinho de mim. Eu fiquei colada no palco, cantando, chorando, berrando, chorando de novo e cantando mais.

Quem me acompanha no instagram (@mundodasil) assistiu pelos stories boa parte do show e também conseguiu sentir um pouco de toda a emoção que eu senti neste dia. Só de lembrar, eu já me emociono.
Sem dúvida 14 de Julho de 2019 foi um dos melhores dias da minha vida.
Realizei meu sonho de uma maneira que sempre sonhei, mas parecia loucura acreditar que seria possível realizar.

Eu não sei que sonhos você guarda no seu coração, se são pequenos ou grande, se parecem fáceis ou impossíveis de realizar, mas acredite neles. Talvez você demore horas ou décadas para realizar, como eu que tive que esperar 20 anos por isso, mas tenha certeza que tudo acontece no melhor momento e ainda melhor do que imaginamos.

Apenas confie. Deus nunca esquece dos sonhos que temos em nossos corações.

Loading Likes...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *