[ Toronto ]

Roteiro de 10 dias em Toronto no Inverno

Toronto é uma cidade linda e eu não canso de dizer o quanto sou apaixonada por ela. Mas devido ao Canadá ter temperaturas negativas extremas, como -30ºC, ele carrega a fama de ser um país com um frio “insuportável”, o que na minha opinião, não é verdade. É frio? É! Mas não é tudo isso que se imagina. Inclusive, eu falo como é o inverno por aqui, nesse post.

O ponto positivo, é que mesmo o inverno trazendo temperaturas geladas, ele também traz um charme único com a neve, criando um cenário encantador e apaixonante pela cidade.

Foi em Toronto que vimos a neve pela primeira vez, durante uma viagem de férias em fevereiro de 2015 e posso dizer que foi (e ainda é) ver os floquinhos caíndo é uma experiência inesquecível/emocionante e vivenciar um inverno tão diferente do que estamos acostumados no Brasil é uma experiência mágica, por isso, eu recomendo muito visitar (também) a cidade nessa época.

E se você está planejando ou quer conhecer Toronto no inverno, vou compartilhar o roteiro que fizemos em nossas férias de 10 dias pela cidade. Também aproveitei para incluir coisas que não fizemos na época, mas que hoje eu recomendo.

ACOMODAÇÃO:
Para essa viagem, nós alugamos um apartamento pelo Airbnb, que é uma plataforma segura e eu sempre recomendo, pois acho que custo x benefício compensam muito.
Na época nós ficamos em Downtown, que é o centro da cidade, mas não é uma regra. Se você conseguir uma acomodação próxima a alguma estação de metro, já ajudará bastante na sua locomoção pela cidade.

DIA 1:

DUNDAS SQUARE
Aqui está um dos principais pontos da cidade, que é palco de diversos eventos ao longo do ano. O local é rodeado por enormes telões, que se revezam em diversos anúncios, se assimilando muito com a times square em nova York, mas numa proporção menor, pois o lugar também é menor.

EATON CENTRE
De frente a Dundas Square, está o principal e mais conhecido Shopping da cidade. Ele não é um outlet, mas conta com uma enorme diversidade de lojas que valem conferir. Além disso, o lugar conta uma escultura de patos voando, que merece uma foto.

DIA 2

REAL SPORTS BAR
A temática do bar é esporte e ele é rodeado por televisores que transmitem todos os esportes do mundo. Mesmo eu não sendo fanática por nenhum esporte, super recomendo a visita, pois o lugar é muito legal, além disso, lá vende a melhor sopa de tomate…eu amo! Nesse post eu conto mais sobre esse lugar.

AQUÁRIO
Eu amo o aquário de Toronto! É um dos mais lindos que já vi, por isso recomendo visitá-lo em qualquer época do ano. Nesse post, eu compartilho minha visita por lá.

HARBOURFRONT
O Harbourfront é a área da cidade que me faz viajar para o litoral, pois o lugar se assemelha muito com um calçadão de praia. Eu adoro ir lá!
No inverno, a experiência não é tão gostosa quanto no calor, mas isso não tira a beleza do lugar. Ainda mais, que dependendo do frio, você pode encontrar o lake Ontario completamente congelado. Dá para acreditar?

CN TOWER
O ponto turistico mais famoso da cidade, não poderia ficar de fora. A torre proporciona uma vista 360 da cidade e lá de cima a sensação é de ser abraçado por Toronto. De longe, esse é o meu lugar preferido da cidade.
Se você tiver oportunidade, aproveite para jantar (ou almoçar) no restaurante que fica girando no topo da torre. O restaurante é caro, mas a experiência de comer um prato maravilhoso com uma vista de tirar o fôlego é inesquecível. Nesse post, eu detalho melhor nossa visita por lá.

DIA 3

DISTILLERY DISTRICT
De todas as estações, a que eu acho que mais combina com o Distillery é o inverno. É uma delícia visitar o lugar para tomar um café ou um chocolate quente e depois caminhar pelo local, admirando o contraste das paredes de tijolos vermelhos com o chão branquinho de neve.

SOMA CHOCOLATERIA
O SOMA é uma fábrica de chocolate no meio do Distillery e ao entrar você mergulhado num delicioso perfume de chocolate. Vale a pena ir tomar um chocolate quente e provar umas delicias de chocolate.

BALZAC CAFÉ
Como bebida quente é pouco para o frio, nós também fomos no Balzac café (fica quase ao lado do SOMA), que é uma cafeteria bem charmosa e lá tomamos um café com leite bem quentinho.

ST LAWRENCE MARKET
O St Lawrence market é um mercadão, onde há vários comerciantes vendendo frutas, legumes, queijos, carnes, lembrancinhas, bebidas, etc…muito similar ao mercadão de São Paulo. Em caráter de curiosidade o lugar é bem interessante para visitar e logo na entrada há duas lojinhas com itens bem legais de lembrancinha para comprar.

DIA 4

UOFT
A universidade de Toronto, fica numa área enorme da cidade e seus prédios que mais parecem castelos, ficam ainda mais charmosos com a neve. Por isso vale a pena caminhar pelo local. Na época ainda fomos tomar um café da manhã dentro da Universidade, mas eu não recomendo. Nós pagamos CAD$ 10,00/pessoa para comer a vontade no buffet que tinha alface, batata cozida, bacon, ovos, panqueca, géleia de morango, ou seja, um típico café da manhã americano, mas como ainda era de manhãzinha eu queria algo mais leve e não um almoço (risos). Em resumo, pagamos e comemos muito pouco (por opção nossa).

CASA LOMA
A Casa Loma, é realmente linda e por ser um ponto turístico muito famoso da cidade vale a pena conhecer. O local já foi cenário de diversos filmes, como o X-Man, onde a mansão representava a escola de mutantes do professor Xavier.  O tour por dentro da casa é pago (cerca de CAD 25,00/pessoa), nós já fizemos e eu particularmente não achei nada demais. Então se quiser ir para conhecer a faxada da casa, que é linda, eu recomendo.

SPADINA MUSEUM
Ela é exatamente vizinha da Casa Loma, por fora não é tão bonita quanto a Casa Loma, mas por dentro eu achei muito mais interessante. Por isso, recomendo conhecer. O tour também é pago (cerca de CAD$ 6,00), mas acho que se for para entrar em uma das casas, eu indicaria essa.

DIA 5

CIDADE DE NIAGARA
Para Niagara, fechamos um tour com antecedência com a Chariots of fire, que nos deixava às 10am no Outlet de Niagara Falls, às 1pm nos buscava para levar as cataratas de Niagara e depois seguia para um tour em uma vinícula. Mesmo sendo corrido, eu achei que valeu super a pena. Pois devido ao frio, não íamos conseguir investir muito tempo nesses lugares.

OUTLET NIAGARA
Recentemente nós visitamos esse outlet e eu compartilhei em video como foi, confira aqui. No entanto, no Inverno o cenário era outro, por ser aberto, tinha neve por todo lado e o vento entre os corredores era cortante. Com isso, o lugar estava vazio e tínhamos o outlet só para a gente e com a baixa procura, os preços também eram mais atrativos do que os aplicados no Outono, por exemplo, onde fizemos nossa última visita. Então se você tem intenções de fazer compras, esse lugar pode ser uma boa opção nessa época.

NIAGARA FALLS
Esse é um dos lugares que eu eu sempre gosto de ir e já falei sobre ele nesse post e nesse. Em qualquer estação visitar Niagara é especial, mas a única observação ao visitar Niagara no Inverno, é se agasalhar muito, mas muito mesmo, pois devido as quedas d’água a umidade do local diminuí bastante a sensação térmica. Quando fomos no Inverno de 2015, a sensação térmica era de -42 e o vento constante impedia que ficassemos mais de 2min expostos em frente as cataratas. Nunca senti tanto frio como lá.

VINICULA
Nesse tour, além de conhecer o processo de produção do vinho, provamos o delicioso Ice Wine, vinho feito de uvas congeladas, que virou o nosso vinho favorito. Em uma de nossas idas para Niagara, visitamos a vinícula Inniskllin e eu conto nesse post como foi.

DIA 6

ASSISTIR JOGO DE HOCKEY
Se você ainda não aassistiu à um jogo de Hockey, aqui está a oportunidade de assistir o jogo do esporte favorito dos Canadenses. O jogo é bem intenso, com os jogadores patinando em alta velocidade de um lado para o outro e a torcida animando o jogo inteiro. Mesmo para quem não é fã de esporte, vale a pena considerar assistir, pois é uma experiência interessante.

DIA 7 E DIA 8

ESQUIAR EM BLUE MOUNTAIN
Se você nunca esquiou, acho que vir para o Canadá no inverno é uma ótima chance para praticar o esporte, afinal não é em todo destino que temos essa oportunidade, além do mais é um esporte divertíssimo.
Blue Mountains é uma estação de esqui, a cerca de 2hs de Toronto, mas pela oportunidade e próximidade eu acho que vale incluir no roteiro.
Além da estação de esqui, Blue Mountain tem um pequeno centrinho, com lojas e restaurantes legais para explorar. Por isso, para aproveitar bem o passeio, eu sugiro ficar 2 dias por lá.
Nós fomos para lá de ônibus pela AUC tour e ficamos hospedados no resort dentro da estação de esqui, o Blue Mountain Inn.

DIA 9

HIGH PARK
O High Park é o parque mais famoso de Toronto. O local é enorme, cheio de cenários e fica lindissímo em qualquer estação. Vale a pena pegar uma parte do dia para caminhar por ele e aproveitar para brincar com os cachorros que brincam com seus donos por lá.

PATINAR NO GELO
Assim como a oportunidade para esquiar, você pode aproveitar o inverno para patinar no gelo. Em Toronto há várias pistas de patinação no gelo e você paga apenas pela locação dos patins.

BAR DE GELO
Que tal curtir a experiência de visitar um bar em que tudo é de gelo, desde os copos até as cadeiras?
Essa é mais uma das oportunidades do Inverno que valem a pena incluir no roteiro. Saiba mais aqui.

DIA 10

O MAIOR TEMPLO HINDÚ DO CANADÁ
Não visitamos esse templo quando estivemos aqui de férias no Inverno, mas eu acho esse lugar tão lindo que eu recomendo a visita em qualquer estação do ano. As paredes do templo são feitas de mármore todo esculpido à mão e cheio de detalhes tão delicados. O mais impressionante é que as esculturas não foram feitas por artistas, mas por pessoas de profissões comuns. É um trabalho impressionante e eu conto mais dessa história e da nossa visita nesse post.

DICAS

DEIXAR UM DIA MAIS LIVRE: É sempre bom ter em seu roteiro um dia mais livre (como eu deixei o dia 6) e para encaixar programações flexiveis, que você não tenha conseguido fazer em outro dia, principalmente no inverno, onde as condições climáticas podem causar interrupções no funcionamento de alguma atração ou te atrasar para alguma delas por conta de possíveis lentidões de trânsito (nas ruas ou linhas metro).

ROUPAS: Nesse post eu falo sobre quais roupas trazer para o Outono/Inverno no Canadá. Vale a pena conferir.

ZOOLÓGICO: Em nossa visita durante o Inverno, fomos conhecer o Zoológico, que é um lugar lindo, mas não vale a pena ir no Inverno, pois por conta do frio há poucos animais e como o local é todo aberto, ventava muito e por não ter lugares para se abrigar ficavámos muito tempo expostos no frio.

Eu espero que esse roteiro possa te ajudar com algumas opções de passeios durante o Inverno em Toronto. Aproveite para ver outros posts de Toronto, onde eu compartilho outros lugares que você também pode incluir no seu roteiro.

Beijos e até o próximo post.

Tags: , , , ,