Viagens

Viagem de motorhome pelas montanhas rochosas canadenses – Parte 5 de 6

Seguindo com o roteiro pelas rochosas, hoje vou descrever o 4º e 5º dia da viagem, onde tivemos algumas surpresas, como um passeio que não conseguimos fazer no dia marcado e o nosso encontro com um urso. Ahhhh inclusive, quem me acompanha no insta (@mundodasil) viu o urso ao vivo no stories, por isso, se você ainda não me segue no insta, corre lá pra me acompanhar nessas aventuras.

MALIGNE LAKE

O quarto dia da viagem tinham poucos passeios, mais estrada e mais descanso, por isso, acordamos mais tarde e chegamos no primeiro destino, o Maligne lake às 10am.
Esse lago é bem conhecido na região e quando chegamos alguns turistas aproveitavam o local. nesse lago é possível fazer um passeio de barco, cujo valor é de CAD$ 65,00/pessoa. Adquira o seu aqui.
Nós não fizemos o passeio de barco, ficamos apenas aproveitando o lago e apreciando a vista.

Infelizmente, nesse dia o céu estava muito fechado e o lago que é azul turquesa, na verdade estava verde escuro. Dá para acreditar?
Por isso, não deixe de incluí-lo na sua lista, pois num dia de Sol ele vai te surpreender muito.

Coordenadas: 52.730515, -117.638423

PASSEIO POR JASPER

Havíamos nos planejado para almoçar em Jasper e passear pela cidade o resto da tarde, mas para nossa surpresa (pois não tinhamos pesquisado sobre) o centro de Jasper é bem pequeno e  a área comercial ocupa basicamente uma longa quadra, que em 10min você já viu tudo 🙂

A cidade é bem charmosa e vale o passeio, mas sugiro dedicar menos tempo do que nós planejamos, pois no fim, acabamos voltando bem cedo para o camping.

CAMPING WHISTLER

Falando em camping, o Whistler esse foi o segundo camping que dormimos e o primeiro de Jasper que ficamos. Nós chegamos nele no dia anterior, o local é bem estruturado e contava até com playground para as crianças, tudo bem organizado.
Uma diferença em relação ao camping anterior (que ficava em Banff), era o ambiente mais integrado com a floresta, mas isso me pareceu uma caracteristica geral de Jasper em que até até nas estradas a aproximação com os animais e a floresta são maiores.

ATHABASCA FALLS

No quinto dia reservamos os passeios para algumas cachoeiras e a primeira que visitamos foi a conhecida Athabasca Falls.
Não sei vocês, mas eu sempre fico impressionada com a força da água nas cachoeiras e me sinto frágil como um grão de açucar nesse mundão.

Nessa mesma cachoeira tem um caminho com uns paredões bem legais que levam por onde as águas seguem seu rumo 🙂

Coordenadas: 52.666092, -117.883981

SUNWAPTA FALLS

De lá seguimos para a segunda cachoeira, a Sunwapta falls, que além de ter uma queda d’água tão forte quanto a anterior, ainda tinha uma ilhazinha toda charmosa no meio das corredeiras (que inclusive ilustra a capa desse post)….Ahhhh essa mãe natureza, sempre cheia de charme.

Coordenadas: 52.533528, -117.645384

HORSESHOE LAKE

No caminho de volta, paramos no Horseshoe lake que seria o nosso primeiro destino do dia, mas ao chegar lá cedinho e não ver ninguém, preferimos voltar mais tarde na esperança de ter mais pessoas….e deu certo. Voltando lá, alguns carros já estavam paramos e outras pessoas estavam chegando, então aproveitamos para ir junto.
Esse lugar quase secreto, não é muito conhecido pelos turistas e os locais é quem acabam aproveitando-o para pegar Sol e pular das pedras para o lago de cor verde esmeralda. O único que vimos nessa cor. Lindissimo e vale se aventurar a conhecê-lo.

Coordenadas: 52.696050, -117.866650

No nosso roteiro, o Mounth Edith Cavell, era o nosso próximo destino, mas ao chegar lá, fomos pegos de surpresa com a informação de que o local tem um número de visitantes limitados divididos em horário e somente os que tiverem a autorização de acesso podem visitar o local. Como não tínhamos esse acesso, tivemos que providenciar para ir no dia seguinte. Mas contarei os detalhes no próximo post.

Então, de lá seguimos para o Wabasso Campground, que foi terceiro camping da viagem e segundo em Jasper. Esse camping também era bem estruturado, a única desvantagem a se considerar é que não tinha chuveiro nos banheiros. Tirando isso, era perfeito.

E entre um passeio e outro encontramos um urso no meio da estrada. Na viagem vimos no total 4 ursos, mas esse foi o único que deu para fotografar/filmar bem.

E seguindo com os vlogs, abaixo tem um resumo desses 2 dias de viagem, confere lá:

Dos passeios desses dois dias, qual foi o que você mais gostou? Me conta nos comentários, vou adorar saber.

Confira abaixo os demais posts da viagem:

Confira aqui a parte 1 de 6
Confira aqui a parte 2 de 6
Confira aqui a parte 3 de 6
Confira aqui a parte 4 de 6
Confira aqui a parte 6 de 6

Beijos e até o próximo dia da viagem.

Loading Likes...

2 Comentários

  • DAGMAR

    Sil,
    Tudo bem? Muito legal seu blog. Estamos buscando informações sobre a viagem de motorhome nas montanhas rochosas e seu relato é D+! Obrigada por compartilha!
    Nossa intenção é ir ano que vem, acredito que JUNHO ou AGOSTO – depende de quando conseguimos escapar…e queria umas informações, se possível:
    – Junho vc acha que é uma época boa? acredito que as tarifas sejam bem mais atrativas, não?
    – Para chegada, queríamos conhecer mais coisas no Canadá, tipo Toronto, Quebec…fazer um tour de pelo menos 18 dias…qual a ordem vc recomendaria?
    – Viajamos sempre com o orçamento MEGA ENXUTO – tens ideia de valores de refeições e dicas imperdíveis para hospedagem e deslocamentos fora deste contexto do tour nas montanhas?
    Aguardamos ansiosos. bj
    Dag

    • mundodasil

      Oi Dag,
      Muito obrigada, fico super feliz que minhas dicas estejam ajudando. Sobre as suas dúvidas, vou listar para ficar mais fácil:
      1- Junho é o fim da Primavera e começo do Verão, que é a estação de alta temporada por aqui.Por isso, não acredito que haverá muitas tarifas atrativas nessa época, mas sem dúvida, o clima é perfeito para vir pra cá.
      2- É uma ótima idéia, o Canadá é lindo e bem diferente em cada região (assim como o Brasil). Eu não sei se você pretende fazer essa viagem toda de Motorhome, porque eu nunca viajei pela região de Quebéc de motorhome e por isso não sei a estrutura de lá para esse tipo de viagem, por isso vale pesquisar. Mas se baseando nas cidades que você mencionou eu iria primeiro (de motorhome ou não) para as rochosas e depois viajaria de avião para Quebec e iria descendo (de carro ou de trem) para Montreal, Ottawa e Toronto. Como os voos internacionais costumam sair de Toronto, eu deixaria ela por último.
      3- Com uns CAD$10.00 você consegue comer pizza ou salada, entre 15 e 22 dolares, você consegue comer uma massa, um risoto, um hamburguer e entre 23 e 28 dolares você consegue comer proteina com acompanhamentos. Isso é uma média de valor em restaurantes simples a medianos. No meu canal no Youtube tem vlogs nessas cidades e eu costumo mostrar o cardápio dos restaurantes. https://www.youtube.com/channel/UCs8cJRZmGQvRedbMl9vEzpw/videos
      Sobre a hospedagem, eu não tenho indicações para as rochosas, pois só estivemos lá uma vez e fomos de motorhome, então nem idéia de preço eu tenho.
      Sobre o deslocamento, as rochosas é uma região florestal e não há transporte público, a única maneira de passear por lá é de carro.
      Abraços e curtam bastante a viagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *